Atendimento: (19) 3807-2986
Frete Grátis para todo Brasil

Os melhores Suplementos Alimentares e condições de pagamento especiais você encontra aqui na G7 Nutrição Esportiva!

BCAA 2500 - 200 COMP IRONWORK SCIENCE NUTRITION

Seja o primeiro a avaliar este produto

De: R$80,09 (desconto de 15%)

Por: R$66,74

em até 4x de R$16,69 sem jurosem 4x de R$16,69
ver parcelas
R$56,73 ou à  vista com 15% OFF
ou R$56,73 no boleto/depósito

Calcule o prazo de entrega estimado para sua região.

Informe seu CEP:
-17%

Talvez você se interesse por estes produtos

Self Combo Multimarcas

Self Combo Multimarcas

De: R$275,38

Por: R$203,99

em até 6x de R$34,00 sem jurosem 6x de R$34,00
ver parcelas
R$173,39 ou à  vista com 15% OFF
ou R$173,39 no boleto/depósito (15% desconto)
     

Perguntas em Produtos

Não há nenhuma resposta ainda. Seja o primeiro a fazer uma pergunta!

Aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) são aminoácidos essenciais, ou seja, nosso organismo não é capaz de sintetizá-los e por isso deve ser ingerido pela alimentação. Os BCAAs compreendem três aminoácidos essenciais, leucina, isoleucina e valina, e são relevantes para a manutenção da proteína corporal e também por fornecer nitrogênio para a síntese de alanina e glutamina.

BCAA 2500 tem a dose certa para recuperar a musculatura do atleta iniciante. Movimente-se, mas saiba que seu músculo precisará ser bem cuidado, para isso utilize BCAA 2500 rico em leucina, aminoácido importante na recuperação da massa magra e considerado essencial ao organismo pois é formador de outros que posam estar deficientes.
 
Sugestão de Uso: 
 
Sugere-se a ingestão diária de 2 (dois) tabletes antes do treino e
3 (três) tabletes depois do treino ou de acordo com orientação de nutricionista ou
médico.

Informações Importantes: 
 
Aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) são aminoácidos essenciais, ou seja, nosso organismo não é capaz de sintetizá-los e por isso deve ser ingerido pela alimentação. Os BCAAs compreendem três aminoácidos essenciais, leucina, isoleucina e valina e em indivíduos adultos são relevantes para a manutenção da proteína corporal e também por fornecer nitrogênio para a síntese de alanina e glutamina, que são aminoácidos condicionalmente essenciais, ou seja, dependendo do estado nutricional e da presença de alguma doença se tornam essenciais. A síntese de glutamina, a partir dos BCAAs (ACR-aminoácidos de cadeia ramificada), pode estar relacionada com a melhora imunológica dos indivíduos que fazem o consumo desses aminoácidos.

O papel da leucina na síntese proteica é o de ativar uma proteína quinase
denominada alvo da rampamicina em mamíferos (mTOR), este estimula a síntese
proteica por meio de outras três proteínas que regulam diretamente a síntese
proteíca: a proteína quinase ribossomal S6 de 70 kDA (p70S6k); a proteína 1 ligante do fator de iniciação eucariótico 4E (4E-BP1); e o fator de iniciação eucariótico 4G (eIF4G). O mTOR possui capacidade de detectar as alterações na concentração intracelular de leucina, assim quando há maior disponibilidade de leucina no músculo, o mTOR é estimulado e consequentemente a síntese proteica é ativada.
 
Vários estudos confirmam que a ingestão diária de 3 a 6 gramas, sendo antes e/
ou após o exercício físico, de BCAA promovem a síntese proteíca e  consequentemente o ganho de massa muscular. Porém a dose recomendada de BCAA depende do nível de atividade física e peso corporal, sendo que doses até 450mg de BCAA/quilo de peso corporal por dia é considerado seguro. Esta dose compreende ao consumo de BCAA como um todo, ou seja, seu consumo através de alimentos, como por exemplo, carnes; e suplementos alimentares (whey protein e BCAA em cápsulas).

Para a nutrição esportiva, os BCAA além de proporcionar o anabolismo protéico
muscular, também atenua a fadiga central, favorece a secreção de insulina, melhora o estado imunológico, diminui o grau de lesão muscular induzido pelo exercício físico e aumenta a performance de indivíduos em ambientes quentes. O uso de BCAA também proporciona a diminuição da perda de massa magra durante a redução de massa corporal, favorece o processo de cicatrização, melhora o balanço protéico muscular em indivíduos idosos e proporciona efeitos benéficos no tratamento de patologias renais e hepáticas.

A Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva (ISSN) conclui que o uso de
BCAA antes, durante e após o exercício físico é uma recomendação segura e eficaz. Seu uso estimula a síntese proteíca, a ressiíntese de glicogênio muscular e retarda a fadiga central em exercício aeróbio.

Referências

Gleeson M. Interrelationship between physical activity and branched-chain amino
acids. J. Nutr. 135:1591–1595. 2005.

Kreider et al. Journal of the International Society of Sports Nutrition. 7:7. 2010.

Macedo, M. R. e Tirapegui, J. Aspectos atuais sobre aminoácidos de cadeia ramificada e exercício físico. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. Vol. 44. N. 4. 2008.



Queremos saber sua opinião sobre esse produto

Apenas usuários registrados podem comentar. Por favor, identifique-se ou cadastre-se